Evolução dos Dados Econômicos no Brasil

A dívida externa faz parte da história brasileira: antes de nossa independência já acumulávamos dívidas decorrentes de nossas relações com Portugal e Inglaterra. Este foi o custo de nossa autonomia e, ao mesmo tempo, de uma “proteção” contra invasores Leia as noticias da época. Um dos motivos da manutenção da integridade do território nacional. No gráfico acima vemos a dívida crescer até 1999, para depois cair até 2006 e não parar de aumentar até os dias atuais. A dívida externa, em si, não é um mal, já que ela financia o desenvolvimento dos países. A maior dívida do mundo é dos EUA, praticamente do tamanho de seu PIB. A dívida brasileira também é uma das maiores do mundo, mas a partir de 2008 nossas reservas cambiais a superaram, garantindo a liquidez do País. Nem sempre tivemos nesta situação de liquidez Leia as noticias da época Leia as noticias da época, pois nesta época não possuíamos reservas e nem bons resultados em conta corrente. Entre 2000 e 2009 a dívida não cresceu Leia as noticias da época Leia as noticias da época, mas com dificuldades de comércio e de saldo negativo nas transações correntes a dívida voltou a crescer Leia as noticias da época, batendo recorde em 2014. Em 2015 a dívida caiu 3,4%.