Evolução dos Dados Econômicos no Brasil

Em 1994 a inflação foi de 916,66% e o lançamento do Plano Real Leia as noticias da época a trouxe para apenas 66,01% em 1995 e 15,76% em 1996, um resultado espetacular Leia as noticias da época. A partir daí a inflação tem sido de apenas um dígito, com exceção de 2003, face a um certo afrouxamento monetário em 2002. O gráfico acima mostra a brutal queda da inflação nos anos iniciais do Plano Real. Para ajudar no combate à inflação, foi necessária a valorização cambial do Real e o uso da taxa de juros como instrumento de regulação Leia as noticias da época Leia as noticias da época, nos moldes do modelo inglês de “metas de inflação”. Com o desequilíbrio em nosso Balanço de Pagamentos e a deterioração de nossas reservas, o Governo desvalorizou o real em 1999: foi um importante teste para a política adotada – a inflação não ocorreu – e o País pode ultrapassar um momento delicado Leia as noticias da época Leia as noticias da época. Mas a adoção do sistema de metas de inflação não tem impedido que estas metas sejam ultrapassadas Leia as noticias da época, inicialmente dentro dos limites de tolerância, de 2 pontos percentuais. Mas em 2015 a inflação atingiu 10,67%  Leia as noticias da época, penalizando as camadas mais pobres da população e contribuindo para o aumento das despesas com o pagamento de juros da dívida interna do País.