Evolução dos Dados Econômicos no Brasil

No gráfico acima vemos a evolução das reservas internacionais brasileiras, praticamente estagnadas até 2005, mas reagindo a partir de 2006 e superando nossa dívida externa já a partir de 2008. As reservas internacionais, além de garantia de pagamento da dívida externa é uma das saídas com que pode contar o País nos momentos de crise financeira internacional, quando os capitais ficam escassos. Ao final dos anos 90 as reservas brasileiras eram reduzidas e o País sofreu ataques especulativos, elevando o Risco das aplicações por aqui Leia as noticias da época Leia as noticias da época Leia as noticias da época. Por outro lado, com reservas maiores, o País pôde enfrentar a crise de 2008, sem sobressaltos Leia as noticias da época Leia as noticias da época. As reservas internacionais brasileiras cresceram Leia as noticias da época Leia as noticias da época a partir dos sucessivos superávits comerciais ocorridos a partir de 2004, com um pico de 46 bilhões de dólares em 2006, e do volume de investimento estrangeiro ocorrido a partir de 2007 e que tem perdurado até 2015. Ainda em 2014, com a deterioração do cenário econômico, outra vez o Banco Central usou as reservas para acalmar o mercado Leia as noticias da época.